00:01
0
Tesauro (latim = thesaurus, grego = thesaurós) significa tesouro ou armazenamento ou repositório. A partir de 1.500 a palavra começa a ser empregada para indicar um acervo ordenado de informações e conhecimentos. Thesaurus Linguae Romanae et Britannicae, foi uma das primeiras obras a incluir o termo Tesauro no seu título, publicada em 1565, de autoria de Cooper. O marco significativo na concepção atual de Tesauro se deu com a publicação em 1852 do Tesaurus of English Words and Phrases de Roget, o qual reúne palavras pela ordem alfabética, de acordo com as “ideias que exprimem.” O crescimento da produção de documentos científicos e técnicos, por volta dos anos 50, passou a exigir um instrumento de representação do conteúdo mais elaborado que os cabeçalhos de assunto. Nesse momento começam a surgir os primeiros tesauros. Ainda na década de 50, estudiosos da classificação na Inglaterra se reuniram e criaram o Classification Research Group – CRG, com o objetivo de estudar e aperfeiçoar as teorias da classificação, e apresentou como resultado o Thesaurofacet , que é um marco no desenvolvimento das linguagens documentárias pela integração da tabela de classificação com o tesauro. Aitchison (um dos participantes do CRG) empregou o método de faceta para construir uma tabela de classificação para energia elétrica e, um Tesauro alfabético que serviu de índice. Na década de 70, é editado o primeiro padrão internacional para construção de tesauro, a ISO 2788-74, International Organization For Standardization , que foi revisada em 1986 , Guidelines for the Establishment and Development of Monolingual Thesauri. No Brasil o desenvolvimento das ações para disseminação de tesauros pode ser destacado por duas publicações. Em 1993 o IBICT- Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia traduziu o documento da UNESCO e o publicou com o título de Diretrizes para o estabelecimento e desenvolvimento de tesauros monolingües. E em 1997 a Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT, editou a NBR 13289/ 97. Terminologia. Princípios. Métodos de elaboração e apresentação de normas de terminologia e NBR 13790/97. Terminologia. Princípios. Métodos de harmonização de conceitos e de termos. Estes padrões determinam princípios gerais que devem ser seguidos na construção de um tesauro. Os Tesauros podem ser úteis não só para os cientistas da informação, indexadores, especialistas em recuperação e outros especialistas da organização do conhecimento, mas também para tradutores, cientistas, engenheiros, especialistas em elaboração de normas, epistemólogos, psicólogos, engenheiros do conhecimento, linguistas e terminólogos.

Tesauro sobre Redes de Computadores

REFERÊNCIA

SABER tesauro: a origem do tesauro. Disponível em: <http://www.thesaurus.eti.br/saber-origem.htm>. Acesso em: 01 jun. 2009.

Você tem todo o direito de expressar sua opinião. Deixe um comentário logo abaixo!