00:24
0
O filme sobre a vida de Chico Xavier, o maior médium espírita do século XX, foi produzido pela Globo Filmes e tem um orçamento estimado em 7 milhões de Reais, um dos filmes mais caros já produzidos no Brasil e o seu lançamento aconteceu em Abril de 2010, ano em que o médium completaria 100 anos. O filme é dirigido por Daniel Filho que conheceu pessoalmente o médium mineiro. “Chico Xavier é um dos homens mais importantes do Brasil. Vou mostrar o ser humano, o homem que tem aura, que puxa para si a responsabilidade de paz e de espiritualidade, no sentido de paternidade. Quero manter o respeito que os brasileiros têm por esse homem humilde, que disse que só queria ir embora quando o povo estivesse feliz. Por coincidência, morreu aos 92 anos, no dia em que o Brasil ganhou a Copa do Mundo de 2002”, observa o diretor.
A pirataria está à solta em todo o Brasil e desta vez, além da venda da cópia pirata, há um agravante: existem pirateadores vendendo um documentário sobre o médium em vez do filme. Veja a matéria em http://extra.globo.com/geral/casosdecidade/posts/2010/04/01/filme-chico-xavier-vendido-no-rio-alem-de-pirata-tambem-uma-farsa-279950.asp
Mas isso não está acontecendo só no Rio, eu mesmo já vi em Fortaleza. Na capital do Ceará, as cópias piratas foram gravadas de forma que aparece um assento do cinema e uma cabeça no canto inferior direito do vídeo durante todo o filme. Sem falar que a dona da cabeça passa a mão pelos cabelos de vez em quando, de modo que em certos trechos, só se vê pouco mais de 50% da tela (depoimento de uma amiga, tá pessoal). É ridículo! ainda há quem compre filme pirata... A pirataria vai acabar com ela própria. Esse é o bem lado da história.